Pesquisa Nacional sobre o Impacto de Relações Públicas: como empresas de inovação usam RP para gerar negócios

publicado em
5/15/2024

A reputação representa um valor imenso para marcas de todos os setores e tamanhos, desempenhando um papel crucial na garantia de sua posição competitiva no mercado. Como uma empresa deve trabalhar a sua imagem para manter-se relevante no mercado? Essa é a pergunta que vale 1 milhão — ou talvez seja imensurável, dado o valor que ela exerce sobre o sucesso de um negócio.

Foi em busca de dados para elaborar a resposta dessa pergunta, que a MOTIM encabeçou um estudo pioneiro no país: a 1ª Pesquisa Nacional Sobre o Impacto de Relações Públicas no Mercado de Inovação.

O estudo debruçou sobre como grandes empresas estão investindo em RP, quais estratégias adotam para crescer, ferramentas que utilizam, orçamentos e resultados que buscam atingir. 

Confira o resumo que preparamos, e no final, você pode encontrar o link para baixar o relatório completo.

Uma caça por insights

Sabemos que a comunicação em geral é feita a partir de dados e estudos do mercado, público, objetivos e métricas de um negócio. Mas se tratando de relações públicas, não havia nenhum dado de mercado para pautar as ações e movimentos do setor. Este foi o estopim para começar a caça dos insights que devem permear as iniciativas de reputação no ano que vem.

Quem respondeu?

O estudo ouviu 100 gestores de comunicação e áreas correlatas de empresas da nova economia. Sendo:

  • 44% em cargos de gerência
  • 27% c-levels
  • 30% coordenação

Os executivos ouvidos representam negócios de inovação com graus diferentes de maturidade. Scale-ups (45%), grande empresa (18%), startups (15%), unicórnios e empresas de capital aberto são 10% cada.  

Vamos do começo: o nível de maturidade das estratégias de RP nas empresas

O estudo observou que, sim, existe um cenário de consolidação das relações públicas no mercado brasileiro. Do escopo geral, 6 em cada 10 empresas investem nas estratégias há pelo menos 3 anos.

  • 15% dos respondente investem há menos de 1 ano
  • 25% investe entre 1 e 3 anos
  • 60% há mais de 3 anos

Há relação entre tempo de investimento e porte do negócio?

Quando olhamos para dentro do percentual dessas que possuem serviço de RP, notamos que as mais estabelecidas são, justamente, as que olham para sua reputação há mais tempo. 

A maior parte das consideradas grandes empresas usa o serviço há mais de 3 anos (90%). Assim como as de capital aberto e as unicórnios (91% cada).

Em contrapartida, negócios menos maduros também se mostram menos experientes no uso de RP. Como é o caso das scale-ups e startups. Apenas 40% delas usa o serviço há mais de 3 anos.

Investimentos devem subir em 2024

A pesquisa ainda mostra que a intenção de 98% das marcas de inovação para o ano que vem é aumentar ou manter os investimentos em fortalecimento de sua reputação institucional.

Este percentual demonstra que esses executivos reconhecem o potencial e a capacidade de RP, considerando-as indispensáveis na construção da marca e no contínuo crescimento do negócio. 58,4% deles ainda acreditam que com reputação sólida e relações públicas consistentes, dá para investir menos em mídia paga e continuar crescendo organicamente.

Uma caixa cheia de ferramentas 

Quando se fala em relações públicas, logo se vem à cabeça “assessoria de imprensa”. Porém, o estudo mostra que negócios que possuem essa mentalidade estão a longos passos dos que já entenderam a abrangência de RP.

Mesmo que assessoria de imprensa seja a ferramenta mais utilizada por empresas, sendo citada por 90% dos entrevistados, ela não é a única.

O uso de eventos, ações com influenciadores digitais e thought leadership ganham espaço bastante relevante, mencionados por 72%; 57% e 48% dos respondentes, respectivamente.

Todos esses serviços compõem um ecossistema bastante extenso capaz de atingir, de formas diferentes, o público — desde o consumidor até os investidores da marca. Com isso, negócios que usam todo esse potencial a seu favor, são os que devem ir mais longe e colher melhores resultados. 

Por falar em resultado… 

Com a percepção correta de tudo que essas estratégias podem gerar, é preciso ser efetivo na condução do projeto para alcançar seus resultados e colaborar com um verdadeiro ecossistema de inovação.

A pesquisa perguntou quais os principais objetivos das empresas que usam RP e os itens mais mencionados foram:

95% - Awareness: aumentar o reconhecimento e a familiaridade do público com seus produtos ou serviços, cria uma base sólida de confiança e credibilidade, levando ao aumento da preferência do consumidor, maiores vendas e uma vantagem competitiva duradoura no mercado.

84% - Credibilização de marca: os desafios associados ao processo de credibilização incluem a necessidade de manter consistentemente altos padrões de qualidade, transparência e ética nos negócios para estabelecer confiança e autenticidade junto ao público.

67% - Aquisição de novos clientes: no fim do dia, é o que os CEOs querem ver na mesa. As ações com influenciadores são uma porta para negócios B2C, enquanto thought leadership pode mostrar mais assertividade em negócios B2B.

48% - Credibilização de porta-vozes: sendo eles a face pública da empresa e desempenhando um papel crucial na construção da reputação e confiança do público, estratégias que contemplem a sua imagem são cada vez mais procuradas.

Fortalecimento de marca (40%), relação com investidores (32%) e gestão e prevenção de crises (30%) também foram mencionadas no balanço.

A MOTIM à frente do estudo

Com um histórico comprovado em impulsionar o crescimento e o desenvolvimento, como consultora de vários negócios, a MOTIM tem as relações públicas como norte na construção de reputações no mundo empresarial e se colocou à frente da missão de mapeá-las.

A pesquisa oferece insights valiosos e perspicazes para o mercado, visando orientar os negócios a aprimorarem suas estratégias de comunicação e fortalecerem sua presença no cenário competitivo atual. 

Abordando todas questões fundamentais sobre o papel da comunicação na construção de marcas de sucesso, o estudo oferece insumos para maximizar o impacto das ações de RP.

Clique aqui para fazer o download da 1ª pesquisa nacional sobre o impacto de RP no mercado de inovação.

inscreva-se na walkie talkie
se inscreva na nossa newsletter e receba conteúdos que vão acelerar o ganho de reputação de sua marca.
feito! você se inscreveu na walkie talkie.
ocorreu um erro, tente novamente.

comece o seu motim