O que é ESG? Saiba porque o mercado tem valorizado a responsabilidade das marcas

publicado em
10/9/2023

A sigla ESG (Environmental, Social, and Governance) é uma abreviação utilizada para se referir aos três aspectos críticos que as empresas devem considerar em suas estratégias e operações. O termo foi criado em 2004 e surgiu a partir de uma provocação do secretário-geral da ONU, Kofi Annan, a 50 CEOs de grandes instituições financeiras do mundo todo. Ele queria propostas sobre como integrar fatores ambientais, sociais e de governança no mercado de capitais.

E assim, começou o ESG, que é uma forma de avaliar as empresas de uma perspectiva mais ampla, levando em conta não apenas seu desempenho financeiro, mas também seu impacto social, ambiental e suas práticas de governança.

Veja, abaixo, como cada uma dessas categorias se diferem:

Meio Ambiente

As empresas em busca do impacto ESG devem considerar seus impactos ambientais, incluindo a emissões de gases de efeito estufa, o uso de recursos naturais, o impacto de suas operações no meio ambiente e sua estratégia de sustentabilidade.

Questões Sociais

O impacto na sociedade, inclui questões relacionadas à diversidade e inclusão, direitos humanos e equidade entre gêneros. Está ligado ao acolhimento das pessoas e mudança de hábitos e comportamentos enraizados.

Governança Corporativa

As empresas devem ter práticas de governança sólidas, incluindo transparência, responsabilidade, integridade, condições de trabalho, bem estar dos colaboradores e boas relações com fornecedores.

Ser ESG só traz benefícios!

As empresas são avaliadas de acordo com esses três aspectos pelo mercado, e aquelas que demonstram práticas sólidas em ESG tendem a ter uma reputação melhor, uma base de clientes e fornecedores mais leal e uma posição financeira mais estável — o que pode atrair mais investimentos.

Um recente estudo da EY identificou que investidores utilizam as divulgações ESG das empresas para tomar decisões de investimento. A pesquisa aponta que 99% dos investidores se baseiam nessas práticas para pautar suas decisões na hora de avaliar um negócio. Ao incorporar tais práticas, as startups conseguem benefícios que vão além da atração de investidores. Veja alguns deles:

  • Reputação positiva: As boas práticas ESG geram uma imagem positiva perante o público da empresa. Isso pode ajudar a aumentar o reconhecimento da marca e a atrair novos clientes.
  • Eficiência operacional: Implementar práticas ESG pode ajudar as startups a se tornarem mais rentáveis, reduzindo custos e aprimorando a eficiência energética.
  • Diferenciação no mercado: Seus concorrentes não possuem práticas ESG? Adotá-las pode te fazer se destacar no mercado e ter uma posição de líder em questões ambientais e sociais.

Além desses fatores, essas empresas causam um impacto positivo na sociedade e no meio ambiente, o que pode ser uma fonte de satisfação e orgulho para seus fundadores e funcionários.

Como divulgar suas boas práticas ESG?

Não é hora de falsa modéstia. Se sua empresa está aplicada nas boas práticas pela melhora do seu negócio, do bem estar dos seus funcionários e do planeta, essa é uma carta na manga que não pode ser desperdiçada. Você pode (e deve) levar suas práticas para público. Além de fortalecer sua marca, você irá incentivar outras empresas a fazerem o mesmo.

Saia na imprensa!

Sair na mídia é a maneira mais expansiva para divulgar uma mensagem. Existem diversos veículos de comunicação focados em noticiar questões ligadas ao mundo empresarial; alguns outros são focados em boas práticas de gestão ou responsabilidade ambiental.

Veículos de grande porte podem colocar a sua marca em contato com milhões de pessoas e o selo ESG é uma excelente maneira de conseguir uma matéria em um deles. Para ter um resultado na imprensa, busque um serviço especializado em assessoria de imprensa, pois o assessor é o profissional da comunicação preparado para colocar sua marca em contato com os jornalistas dos melhores veículos do país e do mundo.

ESG = Reputação

As pessoas e as empresas estão cada vez mais conscientes da importância de adotar boas práticas responsáveis em questões ambientais, sociais e de governança. Se uma marca não se mostrar comprometida com essas questões, ela pode ter sua reputação prejudicada, o que vai afetar negativamente seus resultados financeiros e a sua capacidade de atrair investimentos, talentos e clientes.

Por outro lado, as startups que se posicionam como líderes em questões ESG tendem a ter uma imagem positiva se diferenciando de seus concorrentes – Essa reputação positiva pode ser uma fonte valiosa de diferenciação e vantagem competitiva no mercado. Se sua empresa já é comprometida com o ESG, o mundo precisa saber disso! A MOTIM é especialista em assessoria de imprensa e é a primeira aceleradora de reputações do mundo! Nosso trabalho é colocar marcas inovadoras em contato com o máximo de pessoas possível, através de resultados em veículos como O Globo, Exame, Estadão, Época Negócios e muitos outros!

Entre em contato conosco!

inscreva-se na walkie talkie
se inscreva na nossa newsletter e receba conteúdos que vão acelerar o ganho de reputação de sua marca.
feito! você se inscreveu na walkie talkie.
ocorreu um erro, tente novamente.

comece o seu motim